Amway é destaque em importante revista mundial

A renomada revista ELLE que aborda com temas sobre moda, tendências, celebridades, fitness e muito mais, publicou em sua edição da Espanha um artigo que destaca a importância de dietas baseadas em fitonutrientes. Além disso, ele fala com um especialista em nutrição da Nutrilite e recomenda um dos produtos da renomada marca Amway.

Fitonutrientes são os novos antioxidantes

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), precisamos consumir no mínimo cinco porções de frutas e vegetais por dia. Mas a realidade é bem diferente: três em cada quatro adultos no mundo não atendem a ingestão dietética recomendada.

Publicidade

Que não atingimos o mínimo recomendado: essa é a realidade. E assim é: “temos déficit de folatos, vitaminas do grupo B, D e K, cálcio, ferro, zinco e selênio”, diz Natalia Quintero, nutricionista e complementadora da Nutrilite.

A questão é que, devido a essa deficiência, muitas pessoas decidiram tomar suplementos vitamínicos e minerais. De fato, já somos 30% espanhóis que consomem indiscriminadamente algum tipo de suplemento (multivitamínicos, vitamina B, vitamina C e vitamina D entre os mais consumidos). Tudo isso para que nosso sistema de defesa antioxidante esteja no máximo e enfrente todos os avatares a que estamos expostos todos os dias: sol, poluição, dieta desequilibrada, falta de descanso …

Mas, a verdade é que “nossas reservas de antioxidantes são baixas”, diz Quintero. “Teríamos que incluir os cinco grupos de cores em nossa dieta diária para obter uma boa contribuição de fitonutrientes, que são as substâncias antioxidantes que naturalmente produzem frutas, verduras e ervas e lhes dão cor, sabor e cheiro, além de permitir que se protejam. de vírus, bactérias e fungos, poluição ambiental e radiação ultravioleta ”, descreve a especialista.

De que cores e alimentos estamos falando?

De verde, roxo, branco, vermelho e amarelo-laranja. Estas cores são indicativas da contribuição dos fitonutrientes e, portanto, das reservas antioxidantes dos alimentos.

E os adquirimos comendo brócolis, aspargos selvagens, algas, espinafre, salsa, hortelã-pimenta, alecrim, agrião e alfafa; Lombard, beterraba, mirtilos, uvas e groselhas; alho-poró, alho e cebola; melancia, pimenta vermelha, morangos, tomates e cerejas; e melão, mamão, abóbora, cenoura, laranja, tangerina, grapefruit, limão e açafrão, listas de Quintero.

Naturalmente, é melhor consumir esses alimentos em sua versão orgânica e, se possível, com a pele. “As frutas, verduras e ervas do cultivo convencional e da maturação são pobres em fitonutrientes, porque o solo onde crescem é empobrecido e amadurece na câmera. Eles não cheiram nem sabem nem têm a aparência de um orgânico ”, diz o especialista.

O que conseguimos consumindo fitonutrientes?

Em geral, esses alimentos são cardiotônicos e protetores. “Fortalecer as defesas, reduzir o risco cardiovascular e sofrer alguns tipos de câncer (como a próstata), promover a circulação sanguínea, prevenir infecções, diminuir o colesterol, proteger o coração, o sistema cardiovascular, a visão e a pele”.

Quando tomá-los na forma de suplementos?

Se você não é capaz de cumprir a premissa da OMS – cinco porções de frutas e vegetais diariamente -, tomando um suplemento de fitonutrientes, você garante sua contribuição. “Nenhuma prescrição médica é necessária e nenhum efeito colateral foi descrito. Além disso, não descanse.

É como me perguntar se você tem que parar de comer frutas, legumes e ervas. Você só precisa tomar cuidado com o betacaroteno, pois alguns estudos relacionam seu consumo em fumantes ao risco de câncer de pulmão ”, alerta o especialista da Nutrilite.

Duplo X (€ 84/31 dias), da Nutrilite. Ele contém 12 vitaminas, 10 minerais e 22 extratos de frutas, legumes e ervas que fornecem todo o espectro de fitonutrientes. Não tem adoçantes artificiais, corantes ou conservantes.

Deixe sua opinião