Avon continua tentando sair do vermelho

A Avon  anunciou recentemente seus resultados para seu último trimestre.

Jan Zijderveld , CEO da empresa declarou: “Como dissemos aos investidores recentemente, vai levar algum tempo para executarmos a reviravolta que todos desejam. Apesar de ainda não estarmos satisfeitos com os resultados trimestrais gerais, sinto-me encorajado pela velocidade com que as iniciativas que estamos adotando”.

Publicidade

O Jan continuou: “No coração, a Avon é a maior empresa de vendas sociais do mundo, focada em melhorar a vida das mulheres. Tenho certeza que nossas 6 milhões de revendedoras irão garantir nosso sucesso a longo prazo ”.

“Embora ainda estejamos nos estágios iniciais de nossa reviravolta, estamos começando a ver resultados. Através do Avon Opportunity Meetings, estamos gerando muitas novas revendedoras na região Ásia-Pacífico; os programas de treinamento global estão excedendo as metas de participação e produtos de beleza lançados mais rapidamente estão sendo atendidos com forte aceitação no mercado. Sabemos que, que temos que nos mover mais rapidamente do que jamais fizemos no passado para facilitar os negócios de noas mulheres e ajudá-las a melhorar seus ganhos ”.

Jamie Wilson, CFO da Avon, disse: “Durante o terceiro trimestre, concluímos as ações de reestruturação associadas ao programa de redução de custos iniciado em 2016, saindo de 2018 com economia de U$ 350 milhões. Começamos a implementar nova iniciativa de redução de custos anunciada no mês passado. A nova iniciativa se concentra em simplificar os negócios para gerar eficiências, melhorar a gestão de receitas e gerar economias de juros e impostos, e espera-se liberar aproximadamente  U$ 400 milhões nos próximos três anos para apoiar iniciativas de crescimento subjacentes. Além disso, nosso foco na gestão de receitas contribuiu para a nossa capacidade de expandir a margem bruta.”

Destaques do terceiro trimestre de 2018:

  • A receita total do segmento reportável na moeda divulgada aumentou 1%, para U$ 1,4 bilhão.
  • Representantes Ativos e Representantes Finais, diminuíram 5% e 6%, respectivamente.
  • A Margem Operacional aumentou 13,1%. A Margem Operacional Ajustada diminuiu 3,8% em uma base igual, refletindo os principais investimentos em campo, propaganda e brochura
  • A moeda estrangeira impactou desfavoravelmente os Lucros por Ação Diluídos por um valor estimado de  U$ 0,12 por ação e o Lucro por Ação Diluído Ajustado por um valor estimado de  U$ 0,04  por ação, impulsionado pela força do dólar norte-americano em relação às moedas dos países em que a Companhia opera.
  • Mudanças estruturais e operacionais resultaram em melhoria contínua na Taxa Efetiva de Imposto, a fim de proporcionar uma redução de 15% na taxa de imposto efetiva ajustada para 65%.

Para visualizar o relatório financeiro completo do Avon 2018, clique Aqui.

 

Deixe sua opinião