Briga familiar acaba com a maior empresa de consumo inteligente do Brasil

A SCI que se tornou a maior empresa de consumo inteligente do país, comercializando cestas básicas encerrou suas atividades.

Uma briga familiar, entre pai e filho, tornou o negócio inviável.

A sede da empresa que ficava em Piracicaba, estava a todo vapor, e em Março, a família abriu sua sede nos EUA, para oferecer a oportunidade das pessoas ganharem dinheiro, consumindo os alimentos e bebidas que já consomem todos os dias.

Grande perda para o segmento de cestas básicas, que viu a maior operadora deste segmento no país, ruir.

A primeira empresa de MMN do país a trabalhar com cestas básicas de alimentos e de limpeza, foi a carioca NETFOOD.

Em seguida o Brasil ganhou a empresa goiana Vitória Marketing de Rede, do empresário Carlos Dourado.

Ambas as empresas não resistiram ao MMN, aos custos de logística, a necessidade de terem preços competitivos, para fazer frente as ofertas dos supermercados.

Lamentamos o fim da SCI, que pelo que apuramos, honrou com os pagamentos da rede e fornecedores.

 

 

 

Deixe sua opinião