FX muda o negócio e garante que pagará todo mundo

De acordo com um anúncio enviado aos investidores há algumas horas, a FX Trading comunicou que a partir de agora, não mais terá investidores. a empresa devolverá todo o valor investido pelos empreendedores ao longo de Julho.

O líder e co-fundador da FX, Felipe Hahn, que estava ganhando 1 milhão de dólares por dia, está transformando a FX numa Exchange.

Publicidade

Conforme ele próprio divulgou, irá lançar em São Paulo seu primeiro livro, contando sua trajetória de sucesso e irá anunciar o lançamento de sua nova empresa, a ter seu pré-marketing lançado no fim do Agosto.

O montante arrecadado por Felipe, foi suficiente para ele triplicar o capital que movimentou. Devolver os valores investidos, é uma forma de criar uma imagem positiva junto ao mercado, para aplicar o novo esquema Ponzi.

Não se sabe se o negócio irá gerar resultados tão absurdos quanto a FX, que prometia aos investidores retornos de 300% a 500% em investimentos de até US $ 50.000, supostamente gerados via arbitragem de criptomoeda.

Apesar de ter sido apresentada com base na Coréia do Sul, a FX Trading Corp visava principalmente o Brasil.

As autoridades brasileiras emitiram um alerta de fraude de investimento contra a empresa no mês passado.

Em resposta ao alerta, a FX Trading Corp alegou falsamente que sua oportunidade de investimento em “plataforma de arbitragem automatizada” não era uma garantia.

No entanto, a ação regulatória em seu mercado primário parece ter levado os administradores da FX Trading Corp a desistirem.

Em vez de reconhecer que estavam executando um esquema Ponzi e estavam cautelosos com as autoridades em seu maior mercado vindo atrás deles, a gerência da FX Trading Corp responsabiliza o colapso em suas bolsas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De acordo com o anúncio de 29 de junho da FX Trading Corp “estamos fugindo com seu dinheiro”;

As trocas com as quais trabalhamos não são capazes de nos dar o retorno necessário devido ao volume financeiro significativo que estamos operando.

Por mais de dois meses, temos algumas limitações com as trocas, e passamos por linhas críticas de segurança para poder continuar a operação, o que é perigoso.

Caso os valores não sejam devolvidos, milhares de pessoas perderão muito dinheiro.

Se a empresa honrar a promessa, devolvendo o investimento inicial, terá encontrado uma solução, para fazer de novo o esquema que enriqueceu cerca de 8 mil pessoas no Brasil.

Deixe sua opinião