Grande erro: Governo de Taiwan processa Worldventures

Os promotores de Taiwan entraram com uma ação criminal contra os proprietários da WorldVentures, alegando que a empresa opera como um “esquema clássico de pirâmide”.

A ação contra Kenneth Edward Head (também conhecido como Eddie Head) e Jonathan Starks McKillip.

Publicidade

Eddie Head é presidente e diretor de estratégia da WorldVenturesJon McKillip foi presidente de vendas globais até dezembro de 2017.

As acusações registradas estão relacionadas a violações da Lei de Supervisão de Marketing Multinível de Taiwan.

O problema está no modelo de negócios da WorldVentures, especificamente na falta de vendas no varejo.

As pessoas precisam pagar US $ 280,00 para ingressar na WorldVentures Taiwan como membro básico, além de uma taxa de associação mensal disseram os promotores, acrescentando que pessoas com associações de ouro, platina e mais altas desfrutam de mais vantagens e benefícios.

As associações da WorldVentures DreamTrips estão disponíveis para clientes de varejo. É um segredo aberto, porém, que a maioria das associações (95% de acordo com uma investigação ) é comprada por afiliados.

Segundo um relatório do Taipei Times, a partir de 2018 a WorldVentures tinha “cerca de 1.300 membros em Taiwan”.

Onde está o erro?

O Governo de Taiwan, ainda não entende de MMN e tampouco entendeu o modelo da Woldventures.

Para os Promotores, a empresa precisa vender viagens e produtos e não só depender das adesões a empresa.

Mas a Worldventures é um clube de de viagens para as pessoas obterem descontos e gratuidades pot todo o mundo.

A Federação Internacional de Network Marketing, presidida pelo brasileiro Claudio Di Lucca, foi acionada e irá contribuir para que o Governo de 00entenda com mais propriedade o modelo de negócio global da empresa.

Sobre Taiwan:

Taiwan é uma pequena nação insular localizada 180 km a leste da China, com cidades modernas, templos tradicionais chineses, resorts de águas termais e relevo montanhoso deslumbrante.

Taipé, a capital do país situada no norte, é conhecida pelos mercados noturnos movimentados, pela arte imperial chinesa no Museu do Palácio Nacional e pelo Taipei 101, um arranha-céu em forma de bambu com 509 m de altura e uma plataforma de observação.

Deixe sua opinião