O presente e o futuro da Credminer com as turbulências do mercado

Antonio Silva, fundador da Credminer, MDX e da criptomoeda LQX, divulgou uma carta a seus Afiliados e ao mercado, explicando o momento atual do segmento de MMN de criptomoedas e o momento atual da empresa. A SUCESSO julgou procedente publicar a mesma aqui.

Vale a pena ler, para se inteirar do que está e do que irá acontecer na empresa e no segmento.

TEXTO DA CARTA NA ÍNTEGRA:

Estamos passando por um momento de mudanças drásticas no mercado de criptomoedas.

A quase 4 anos no mercado, com toda dificuldade encontrada, criei um negócio do zero, onde não tinha regras, leis ou normas para me conduzir, mesmo assim, sempre com boa intenções de fazer o certo tive erros e muitos acertos e contruí do zero a maior mineradora de criptomoedas das Américas.

Fui investigado pela CVM, MP e Seprelad (Paraguai) em 2017, tive acusações infundadas por site “caça likes”, tive minha vida e de meus filhos difamadas em rede sociais onde sempre deixei claro, quem eu era, de onde vim, e falando tudo que já fiz na vida, inclusive às vezes que fracassei como empresario, fali, perdi tudo, fiquei nas mãos de agiotas, fui processado, condenado no artigo 172 e que ao criar este negocio, eu estava recomeçando, morando em uma casa na favela de 48 metros quadrados, junto com esposa e 11 filhos dos 16 que tenho.

Construí este negocio literalmente do zero, 100% das criptomoedas que recebi, usei para comprar máquinas e montar a melhor estrutura de mineração que existe, acontece que estas maquinas a cada dia se tornam obsoletas, muito mais rápido que acontecia nos primeiros anos de negócio, a cada 6 meses, a Bitmain, a maior fabricante de máquinas de mineração lança um nova máquina mais potente e as antigas vão perdendo sua eficiência.

A máquina como Bitmain S9, que são maioria em nossa estrutura, o que produz hoje, quase NÃO paga a ENERGIA que a mesma consome.

Uma máquina de mineração S9 Bitmain produz hoje o equivalente a $57,00/mês (média) e gasta de energia no Paraguai em média $36,00 (dólares por máquina mês). Hoje, se minerar apenas Bitcoin para dividir em rede, o HPM seria em média 0,5 centavos dia.

Veja aqui o que rende uma máquina S9, é só digitar 13.5 TH/s no Hash Rate da calculadora: https://alloscomp.com/bitcoin/calculator

SEMPRE AFIRMAMOS QUE NÃO ERA POSSÍVEL PROMETER LUCRATIVIDADE FIXA NESTE MERCADO, E COM BITCOIN, ESTÁ CADA DIA MAIS DIFÍCIL OPERAR.

Acreditamos que, qualquer empresa ao PROMETER LUCROS EXCLUSIVAMENTE EM BITCOIN, daqui para frente, pode não vai cumprir o que promete, sem contar que não existe Bitcoin a ser minerado para todos no mercado.

Atualmente, 18.1 milhões de Bitcoins já foram minerados, falta apenas cerca de 2.9 milhões para ser minerados nos próximos 100 anos, o que por si só já mostra a realidade deste mercado.

EM UMA CONTA BÁSICA;
– 21 milhões de bitcoins foram criados.
– 18.1 milhões já estão minerados nas mãos das pessoas, a grande maioria em mãos de “Baleias”.
– Sobra apenas 2.9 milhões de bitcoin a serem minerados para os próximos 100 anos.

Se levar em consideração que existe mais de 7 bilhões de pessoas no mundo, cerca de 2.5 bilhões de pessoas economicamente ativas, teremos aproximadamente 0,0001100 fração de Bitcoin para cada pessoa. Sem contar que isso, é para ser minerados nos próximos + de 100 anos.

Com o Halving em 2020, onde os blocos cairão pela metade do que é hoje, teremos 6.25 bitcoin por bloco, ficará ainda muito mais difícil a mineração de bitcoin, e por certo, haverá a diminuição de lucros via arbitragens ou qualquer operação com a moeda, isso é evidente.

O que fazer diante disso?
Por já prever isso no futuro, há 2 anos, começamos a desenvolver a moeda LQX, usamos a tecnologia X11 do Dash, e mudamos algumas maquinas D3, D7 e uma centena de Rig’s 1080 que temos disponíveis para minerar LQX, porque com maquinas S9j, S9i, S17 e B1 NÃO MINERA LQX, mas mesmo assim, não foi suficiente para ter um bom lucro para os 275 mil contratos ativos que temos hoje.

Então, tomamos a decisão de parar todos os contratos de quem já retiraram os valores investidos com mais 10% de lucro acima, cerca de 245 mil contratos, ou seja, quem já RETIROU O QUE INVESTIU, e tiveram LUCROS acima de 10%, tiveram seus contratos parados, e poderiam pegar as moedas mineradas e fazer o que quiserem com elas, inclusive irem para nova plataforma com modelo diferente do atual, porém, teve um movimento de líderes que JÁ GANHARAM muito dinheiro contra a nossa decisão.

E mesmo sem se preocuparem com quem ainda não recuperou os valores investidos, quem já ganhou, e eles poderiam CONTINUAR a minerar no novo modelo com a LQX, eles não se preocuparam com o que está acontecendo no mercado, nem tiveram a preocupação com os demais que eles colocaram no negócio e foram terminantemente CONTRA.

Alguns líderes saíram e foram MONTAR SEU PRÓPRIO NEGOCIO, outros nos ameaçaram de ir à justiça e parar tudo por quebra de contrato, outros ameaçaram nossa integridade, sem se preocupar com quem está ficando para trás, aliás, para estes, só interessam por LUCROS e mais lucros.

Diante de nossa decisão, estamos recebendo ameaças, até contra a integridade física de nossos diretores, sócios, e líderes que ficaram.

Então decidimos; MANTER TODOS OS CONTRATOS até o FINAL, mesmo que seja pagando HPM de 10 centavos, 7, 5 ou até ZERO, conforme consta em nosso contrato que esta disponível a todos, embora a atitude que tomamos seja a mais justa no momento, vamos recuar com a decisão e manter os contratos até o final dos dias contratados.

Vamos cumprir a cláusula que diz que o contrato vale por até “X” dias e a Cláusula 4.2 do contrato que diz, “se não der lucros por até 60 dias, paramos todas as máquinas para todos em definitivo”, até o Bitcoin voltar a ter um preço alto, e a dificuldade de mineração baixar, o que será quase impossível de ocorrer já que as maquinas continuarão ser as mesmas.

Lamentamos que a preocupação de muitos líderes seja apenas com seu próprio bolso, mas eu, Antônio Silva, peço a todos que NÃO RECUPERARAM os valores investidos que fiquem tranquilos.

VAMOS encontrar uma saída JUNTOS para que você, possa recuperar cada centavo e com os lucros de novos negócios e vamos manter cada contrato até o final, e honrar o que conquistamos no decorrer destes longos 4 anos de negocio e cumprir nossa palavra onde NINGUÉM perderá nada.

Grato pela compreensão de todos, e para aqueles que ainda não RECUPEROU os valores investidos, reitero aqui, caso encerre os dias de seu contrato e você não recupere o que investiu, vamos fazer um aditivo no contrato atual, para que tenha uma solução para que você não perca um centavo.

Reafirmo aqui, que NINGUÉM que acreditou em minha pessoa ou na empresa enquanto eu tiver vivo, e a frente dela, não perderá um centavo, conte comigo sempre.

Só é grato quem tem memória.

Att: Antônio Silva.

LEIA TAMBÉM: o que está acontecendo com a criptomoeda da Venezuela

Deixe sua opinião