Pesquisa revela o perfil do atual consumidor de luxo

A compra de artigos de luxo é motivada, principalmente, pelo desejo e pela magia que as grifes emanam. Independentemente de modismos e de crises econômicas, os produtos desta categoria continuam sendo comercializados, embora o perfil de compra varie muito dependendo da nacionalidade dos consumidores, faixa etária, renda e gênero.

Entre os resultados na categoria moda e acessórios, é possível perceber que a italiana Gucci, pertencente ao grupo Kering, é a marca mais conhecida e mais desejada da atualidade: 79% dos entrevistados afirmam conhecê-la e 50% gostariam de ter produtos da grife. Entre as mais conhecidas estão, ainda, Chanel (74%) e Michael Korns e Tiffany & Co. (empatadas com 72%).

Entre as desejadas, a Gucci é seguida por Michael Korns e Louis Vuitton (empatadas com 45%).

As mais conhecidas e desejadas não significam, necessariamente, as mais vendidas. Embora a Gucci apareça no topo da lista de desejos, a marca mais presente no guarda-roupa dos entrevistados é a Michael Kors: 42% dos entrevistados afirmaram possuir produtos da grife.

O mesmo comportamento é observado no segmento de cosméticos. A maior parte dos norte-americanos que participaram do levantamento – 69% – reconhece a Estée Lauder como a marca mais conhecida do segmento, mas a maioria deles usa Clinique (44%).

Confira, na galeria de gráficos a seguir, algumas das principais constatações da pesquisa sobre consumidores de luxo nos segmentos moda/acessórios e cosméticos:

Fonte: Statista/Forbes
Deixe sua opinião