A poderosa empresa de MMN Usana faz importante descoberta científica

A americana Usana ainda não está no Brasil, mas como empresa de MMN, deu importante contribuição para o mundo.

Nova pesquisa de seus cientistas, descobriu que o que comemos e bebemos pode ter um impacto significativo na forma como nossos genes são regulados.

Em um novo estudo publicado na revista Nutrients, cientistas da USANA descobriram que as assinaturas químicas encontradas no DNA (denominadas metilação do DNA) eram diferentes em indivíduos que consumiam frutas inteiras versus 100 por cento de suco de frutas. Essas assinaturas distintas estão ligadas a diferentes caminhos de sinalização celular e funções de células imunes, sugerindo que fruta e suco inteiros não podem conferir os mesmos benefícios para a saúde e não devem ser considerados equivalentes nutricionais.

“Nós permanecemos na vanguarda da pesquisa científica e do desenvolvimento de tecnologia para melhorar a saúde humana”, disse Myron Wentz, Ph.D., Fundador e Presidente da Junta da USANA. “A USANA foi fundada no compromisso de desenvolver produtos nutricionais baseados em ciência. Este estudo ajuda a continuar esse legado, brilhando uma nova luz nas vias de sinalização celular que impulsionam as interações entre nossa dieta e a saúde imune. Nós tomamos uma abordagem única para identificar esses caminhos de sinalização celular usando a epigenética, promovendo nosso objetivo de nutrição personalizada. ”

” Estamos entusiasmados em compartilhar as descobertas deste estudo “, disse Rob Sinnott, Ph.D., Diretor Científico Principal em USANA. “Nossa esperança com cada descoberta científica é que continuamos a tomar medidas para criar vidas saudáveis ​​e mais gratificantes”.

Evidências epidemiológicas sugerem fortemente que o consumo de frutas promove muitos benefícios para a saúde. Apesar do consenso geral de que frutas e suco são nutricionalmente semelhantes, os resultados epidemiológicos para o consumo de suco são conflitantes.

Deixe sua opinião