A rotina de líderes que trocam de empresa toda hora

0
307

Infelizmente virou rotina o troca-troca de empresas por lideranças que ficam pulando de galho em galho. E isso se deve aos líderes mais bem sucedidos que pegam parte de seus ganhos e investem na compra de lideranças que estão em outras empresas.
Nunca na história do MMN este assédio foi tão grande. E nunca as propostas foram tão inflacionadas.
A compra de passe ocorre junto aos empreendedores que possuem franquias ou centros de distribuição. Neste caso, não só líderes, mas as próprias empresas negociam a troca da bandeira.
Se um centro de distribuição está num bom ponto comercial e recebe muitos empreendedores se torna um alvo fácil. Imagine uma pessoa que vá ao CD para comprar um produto e ao chegar, se depara com… a concorrente. Neste momento é abordado para também trocar de empresa.
Existem propostas de até 500 mil reais pelo ponto, além de facilidade e prazo de pagamento, com enxoval que pode chegar a 500 mil reais em produtos, além das luvas.
Os líderes estão oferecendo dinheiro e kits de adesão para lideres também saírem de suas empresas.
O fato, é que líder que se vende para uma empresa, sai exatamente como entrou, quando outra empresa fizer uma oferta.
E dessa forma, ficam pulando de galho em galho, levando vantagem pessoal.
Nestes casos, pegam pontos fracos da empresa que desenvolvem para usar como argumento para trocar e tentar levar parte de sua rede.
É comum alegarem também, que jogadores de futebol trocam de time toda hora porque são profissionais.
A partir de agora, nosso portal vai mostrar mensalmente quem trocou de empresa com suas justificativas. Entendemos que dessa forma, iremos ajudar o segmento a se profissionalizar, uma vez que a rede terá meios de avaliar o motivo da troca e se vale a pena seguir sua liderança.
Não é fácil para uma empresa, que forma líderes, perderem os mesmos de uma hora para outra.
Não é fácil para empreendedores que resolvem se manter na empresa, perder a linha ascendente.
A SUCESSO entende que todos empreendedores são distribuidores independentes e podem trocar de empresa, se assim o desejarem. Mas também entendemos que o mercado não se solidifica com este troca-troca.
Não achamos adequado pescar no aquário dos outros. Não achamos razoável que uma empresa para crescer e sobreviver tenha que liquidar outra.
Esta polêmica, vai perdurar e o portal está à disposição para ajudar no debate deste tema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui