Uniitrading é desarticulada pela Policia Civil e mais uma pirâmide cai.

Enquanto a operação Egito, que já possui mais de 2.500 páginas contra donos de pirâmides e líderes destes esquemas Ponzi, não é deflagrada por ainda estar em fase de investigação, operações específicas estão sendo feitas em todo o país.

Dessa vez foi a Polícia Civil de Santa Catarina que prendeu na manhã desta terça-feira (26) três pessoas e nove carros da empresa Uniitrading, acusada de pirâmide financeira que atuava no Vale do Itajaí, conforme Black List da Sucesso e denúncia da Abranetwork.

No total, oito mandados de busca e apreensão foram executados, nas cidades de Taió, Pouso Redondo, Rio do Sul, Ituporanga, Blumenau, Jaraguá do Sul, Itajaí e Balneário Camboriú, de acordo com informações da Polícia Civil.

A investigação que estava sendo feita desde setembro, estima que o esquema  movimentou muito mais do que R$ 25 milhões que foram bloqueados.

“Conseguimos com a Justiça o sequestro de nove veículos e um terreno adquiridos pelos suspeitos com o dinheiro arrecadado das vítimas. Somados, o valor desses bens alcança cerca de R$ 1 milhão”, comunicou o delegado Jackson Guasselli Pessoa.

O slogan da Uniitrading dizia: Seu dinheiro fazendo dinheiro para você e os líderes vendiam opções de pacotes de investimento  de 4 a 12 meses, para o resgata do lucro, que seria oriundo de aplicações financeiras, que a empresa não conseguiu provar que fazia. E mesmo que fizesse, a Uniitrading não possui autorização da CVM para operar.

De acordo com a polícia local, as promessas de retorno chegavam até 400% em um ano. “Os investimentos iam de R$ 500 até R$ 1 milhão”, disse o delegado.

Entre as possibilidades é que os crimes sejam de lavagem de dinheiro, associação criminosa e crime contra a economia popular, onde se enquadra a pirâmide financeira.

Deixe sua opinião