Amway processo moradores de Nova York

A Amway está processando moradores de nova York por vendas de produtos não autorizadas em nome da Amazon.

A Alticor, consultora da gigante de vendas diretas Amway, entrou com uma ação judicial federal contra dois moradores de Nova York que são representantes da Amazon, que estão vendendo os produtos Amway sem dar a credibilidade a marca em questão.

O processo, aberto em 26 de junho de 2019 no Tribunal Distrital dos EUA em Grand Rapids, acusa Hwa Deok Park e Sang Park, que aparentemente moram no bairro de Flushing, em Nova York, por cometer infrações de marca e vender produtos da Amway sem permissão por meio do varejista online Amazon.

Na ação, um advogado que representa a Amway afirma que os réus venderam inúmeros produtos através de suas lojas “Amazon” que estão danificados, defeituosos, usados e que não correspondem ao padrão de qualidade exigido pela empresa Amway, essa vendas na verdade estão pondo o nome da empresa em risco.

A Amway sofreu “danos monetários significativos”, não apenas pela perda de vendas, mas também por danos ao nome da marca, a empresa alega ter sido vítima de uma tentativa de boicote, Park e Park não foram encontrados para comentar sobre o caso.

A Amway fabrica e vende produtos de nutrição, beleza, banho e corpo, utensílios de cozinha, produtos para o lar e outros produtos diretamente ligados aos seus consumidores.
Estes produtos são vendidos sob uma variedade de marcas Amway, incluindo Nutrilite e Artistry.

Com exceção do Amway.com, a Amway proíbe que seus produtos sejam vendidos em qualquer mercado online, o processo alega que os produtos defeituosos foram vendidos através das lojas da Amazon, permitindo que pequenas e médias empresas vendam produtos diretamente aos consumidores.

Em sua apresentação legal, a Amway disse que os consumidores que compram produtos online de vendedores anônimos e não autorizados frequentemente recebem produtos de baixa qualidade e deixam comentários negativos nas listas de produtos.

A gigante de vendas diretas em MMN baseado em Ada apontou para uma série de comentários negativos postados por clientes que compraram produtos que estavam “desatualizados, danificados, manipulados, falsificados ou de formas diferentes do anúncio proposto, isso poe em cheque tanto trabalho e comprometimento que temos em todos esses anos, disseram representantes da Amway.

A Amway argumentou que tais produtos, incluindo aqueles supostamente vendidos pelos requeridos, são substancialmente diferentes dos produtos genuínos da Amway, porque não estão sujeitos aos requisitos de serviço ao cliente ou controlo de qualidade dos Requerentes, por isso a empresa faz um apelo ao público, jamais comprem produtos não autorizados e nos ajude a denunciar tais atos .

Deixe sua opinião