Avon faz ajustes e dá incentivo a representantes

A Avon, controlada pela Natura&Co, implementou um novo modelo comercial. As correções passaram a ser feitas entre setembro e outubro e continuaram ainda neste primeiro trimestre e, em parte, refletem a rejeição da força de vendas a aspectos do plano inicial.

A reformulação envolve a Avon no Brasil e o braço internacional ao mesmo tempo, e é peça fundamental para a virada de resultados da companhia. O novo formato vem sendo implementado desde o começo de 2021, mas detalhes sobre o impacto na base de vendedores e correções ainda não tinham sido divulgados.

A questão ganha peso considerando o declínio nas vendas e no volume de representantes há quatro trimestres consecutivos. Em 2021, a Avon teve uma queda de um dígito alto em sua base total de revendedores, de 1,5 milhão de pessoas – o equivalente a uma perda de 110 mil a 140 mil representantes, dizem fontes.

Outro aspecto revisto foram os estímulos para elevar a frequência de pedidos, reduzindo o que se chama de “representante pipoca”, que não faz compras regulares.

A Avon percebeu que o modelo implementado não deixava explícito às empresárias as metas e os retornos relativos à busca de novos vendedores. “O que ouvimos da empresa em outubro é que o nível de entrada [de vendedores] estava insuficiente, e nosso retorno da equipe era que elas não sabiam quanto iam ganhar se trouxessem mais 3, 5 ou 10 pessoas. Fica difícil motivar alguém assim”, diz uma gerente de vendas de São Paulo.

- Publicidade -

Segundo uma empresária que administra cerca de 100 representantes, as oportunidades de melhorar a remuneração cresceram com a chegada da Natura, mas a sensação era de que o foco da Avon passou a ser gerar mais venda com a base de vendedores já existente, e não recrutar. “Eles olharam muito definição de papéis e responsabilidades de cada função, e da proposta de valor, mas as empresárias sentiram que não estavam sendo recompensadas claramente”, diz.

Na semana passada, empresárias já viam uma definição mais clara de metas e valores na captação de vendedores. “Tenho que conseguir, no mínimo, quatro ‘inícios’ [novos representantes na ‘Estrela 1’, o nível mais baixo da escala] por campanha da Avon, e isso dá oito pessoas em 40 dias. Chegando a quatro pessoas, andei recebendo R$ 200 a cada 20 dias, que se somam a outros ganhos. Ficou mais claro, mas parei um pouco de trazer gente, porque é trabalhoso”, diz uma empresária da Bahia. “Hoje entram quatro, mas saem cinco, seis por mês porque não conseguem pagar o boleto ou fechar o pedido mínimo. A venda caiu muito desde 2020, muitos desistem.”

A criação de estímulos para melhorar a frequência de pedidos foi necessária diante da retração, durante a pandemia, de segmentos como maquiagem – força da marca Avon. Desde o fim de 2021, a cada três pedidos feitos em campanhas consecutivas, a representante ganha um produto de presente.

Veja mais

Young Living embarca em projeto pioneiro de pesquisa sobre abelhas

Young Living fez parceria com cientistas de Utah e com o Dr. Joseph Wilson, autor de "The Bees in Your Backyard: A...

O Grupo Hinode anuncia uma grande mudança em sua estrutura de negócios

O Grupo Hinode anunciou aos 10.000 participantes de sua convenção internacional que mudará seu posicionamento para fundir sua marca nacional e internacional. 

CEO promete que a Índia será o maior mercado global da Herbalife Nutrition

A empresa de nutrição de venda direta Herbalife Nutrition espera que a Índia se torne seu principal mercado global daqui para frente,...

Jan Rosê comemora 28 anos e seu sucesso

Tudo que ja foi provado pelo tempo é superior ao que não foi. Os melhores livros são os mais antigos, os mais...

Veja Também

MSK Invest entra com pedido de recuperação judicial perante o TJ/SP

A empresa é acusada da prática de suposto esquema de pirâmide financeira envolvendo a falsa comercialização de criptomoedas. O caso afeta 3.800...

Empresário mineiro é eleito 3º maior distribuidor da Royal Prestige no Brasil

O empresário Guilherme Carvalho Madureira foi eleito o terceiro maior distribuidor do Brasil de produtos da multinacional Royal Prestige, marca Hy Cite...

Natura registra receita líquida de mais de R$ 40 bilhões em 2021

A Natura &Co reverteu prejuízo em 2020. No ano passado, a empresa reportou lucro líquido em 2021 de R$ 1 bilhão. Esse...

Hinode estimula empreendedores a usarem o programa de microcrédito

O Governo Federal editou a medida provisória 1107/22 que institui o Programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital).

Equipe de especialistas da Herbalife vai se apresentar em conferências globais de ciência e indústria

A Herbalife Nutrition anunciou na semana passada, que membros de sua equipe de mais de 300 cientistas, bem como membros de seu...

Mais Destaques

Amakha Paris participa da primeira feira de beleza de Camaçari

No próximo dia 28 de março, Camaçari passa a ser a capital nacional da beleza. É lá que acontece a ExpoBeauty Camaçari,...

Iniciativa inédita da Avon visa diminuir a desigualdade racial no mercado de trabalho

Dando continuidade na jornada para se tornar tão diversa quanto o Brasil, a Avon lançou recentemente o Projeto DIVA (Diversidade + Avon)...

Hinode apresenta nova marca global

Com o intuito de unificar branding e negócios sobre um mesmo ecossistema, o Grupo Hinode está se reposicionando no mercado. A partir...

Avon faz ajustes e dá incentivo a representantes

A Avon, controlada pela Natura&Co, implementou um novo modelo comercial. As correções passaram a ser feitas entre setembro e outubro e continuaram...

A OmniLife é finalista do Desafio de Inovação em Doenças Renais da Lyfebulb e CVS Kidney Care

OmniLife, uma plataforma integrada de comunicação, fluxo de trabalho e coordenação de cuidados de tecnologia de saúde focada em hospitais de transplante,...