Entrevista com o americano John Parker, Diretor Mundial de Vendas da Amway

John Parker, é o Diretor mundial de Vendas da maior empresa de MMN do mundo e a que mais possui produtos. Então aproveite esta entrevista porque John Parker é o cara das vendas da empresa número 1 do mundo e aqui ele fala sobre seu estilo de liderança, sempre aprendendo e encontrando diversão em tudo o que você faz.

Como Diretor de vendas da Amway, o que mais gosta na empresa?

Gosto do compromisso dos empreendedores Amway. No final do dia, é o sucesso deles que se resume a criar os resultados da Amway. A paixão por ajudar outras pessoas ajuda a fazer Amway o que é.

O que mais te deixa orgulhoso?

Faz parte de equipes que viram nosso negócio por momentos desafiadores. É fácil liderar nos bons momentos, quando tudo está indo bem, mas acho que você adiciona mais à equipe e à organização quando os tempos são difíceis e você pode trabalhar juntos. É muito gratificante. Às vezes, o melhor trabalho é feito durante os momentos em que os resultados não se mostram imediatamente, mas eles seguem.

O que tem sido o mais divertido?

Eu gosto de aprender. Para mim, muitos dos empreendedores vieram enquanto passavam de um papel menor para um papel maior. Isso é maravilhoso. Eu também gosto de aprender com gerações mais jovens que eu. Eles não são apenas diferentes no que pensam, mas são fundamentalmente diferentes em suas relações pessoais.

Não posso ser eficaz em meu papel se eu não entender isso. O processo de aprender e tentar coisas novas é realmente divertido e emocionante. Além disso, a aventura de viagens tem sido divertida – ter uma chance de dar uma volta ao mundo, experimentar diferentes culturas, pessoas, costumes e comida é incrível. Eu amo isso.

O que você diz aos empreendedores da Amway para liderá-los e inspirá-los?

A principal mensagem é que nosso negócio – toda a nossa indústria – está centrado em ajudar outras pessoas. Os líderes Amway mais bem-sucedidos percebem em algum momento de sua jornada que não é sobre eles. Trata-se de ajudar os outros. É quando se torna mais divertido, mais gratificante; E isso também leva a um ambiente com mais sucesso.

Você ocupou várias posições-chave na Amway. Qual deles moldou o seu estilo de gestão?

Quando eu era presidente da Amway no Japão refleti sobre meu estilo, pontos fortes e fracos, para adaptar meu estilo por lidar com diferentes pessoas e culturas. Como líder, às vezes é fácil tomar a mentalidade de que eu tenho uma maneira de liderar e comunicar. Mas se você trabalha através de geografias e culturas, você precisa ser mais flexível em como você lidera e se comunica. Eu acho que isso me moldou mais do que qualquer outra coisa.

Se você pudesse reviver um período desde quando entrou para a Amway, qual momento seria?

Talvez os primeiros cinco anos da minha carreira, porque há uma excitação em torno dessa fase inicial de aprendizagem. Eu tinha tão bons mentores aqui na empresa. Eu adoraria ter a chance de voltar e absorver essa aprendizagem que obtive com eles. Foi realmente divertido e enriquecedor.

Existe um princípio básico que rege sua liderança na Amway?

Eu realmente penso em colocar o foco nos outros, não em mim. A longo prazo, você não desenvolverá seguidores reais, a menos que seu foco esteja na causa maior que nossos negócios representa.

Alguém já lhe deu algum conselho realmente excelente que você pode compartilhar conosco?

Vou apontar para minha esposa, que diz para ouvir mais do que você fala. É verdade. Se você passar mais tempo falando e menos tempo ouvindo, você será menos eficaz do que se você virar.

O que algumas pessoas sabem sobre você?

Eu quero me aposentar na Austrália algum dia, principalmente para golfe, surf e praias.

O que há em sua lista de balde?

Eu quero jogar golfe em todos os estados do país. Provavelmente tenho 25 estados para ir. Eu também quero surfar em todos os oceanos e mar do mundo e chegar a todos os estádios de beisebol da América.

sobre liderança, sempre aprendendo e encontrando diversão em tudo o que você faz.

Deixe sua opinião