Tá faltando energia pra ECON e tudo leva a crer que empresa dará golpe

A ECON, empresa de multinível que atua no segmento de energia solar e que apresenta um projeto muito interessante e diferenciado, está passando por graves problemas.

Empreendedores e investidores da empresa, estão acusando a mesma de estar naufragando e muito perto de lesar milhares de pessoas.

Há seis meses atrás, quando a empresa nasceu, 1 ponto valia 1 Real. Dois meses depois, 1 ponto passou a valer R$ 0,70.

Recentemente a empresa mudou pela terceira vez a regra do jogo, alterando a taxa de saque que sempre foi de 5% para todos empreendedores.

Na nova regra, a empresa agora cobra 20% para quem saca até 1 mil reais. Cobra 15% de saque até 5 mil reais e 10% para que saca até 10 mil reais.

Outra alteração que detonou o negócio, foi a retirada do saque em Bitcoin.

Com as reclamações generalizadas, a empresa voltou atrás e agora cobra 5% nos saques, no entanto, só permite um saque mensal.

Como se não bastasse, está pagando com atrasos significativos. Existem reclamações de que muita gente não recebe desde outubro. A diretoria cada hora cria uma desculpa para novos adiamentos.

A gota d`água, para os líderes colocarem a boca no trombone, foram as cotas de rentabilidade fixada em 360%. Isso mesmo que o nobre leitor leu, 360%.

Os líderes inconformados, reclamam que é muito melhor ser investidor na ECON, do que montar rede, porque, quem trabalha mais, ganha menos.

A empresa culpa o CEO da empresa de gestão temerária, por mudar as regras do jogo o tempo todo.

Essa semana, resolveu transformar créditos em saldos para a rede ativar contas.

No entanto, quem vai ativar contas, se a empresa não paga??

A ECON, sempre constou na Black List de pirâmides, e não quis se associar a Abranetwork para não abrir seus números.

Agora está explicado!

 

 

Deixe sua opinião