YouxWallet mergulha em crise e sua situação está indefinida

A YouXWallet comandada pelo líder Joab Santos, comunicou a sua rede que teve problemas de TI nos últimos 30 dias. Estes problemas geraram a impossibilidade de fazer pagamentos.

Num primeiro momento, Joab disse que teve problemas com a perda de uma de suas bancas de investimento.

Num segundo momento, alegou que seu plano precisava de mais sustentabilidade, motivo pelo qual, comunicou num evento em Cancun, mudanças no plano. O presidente da Abranetwork inclusive, esteve presente no evento, tendo em vista, que a instituição sempre participa de eventos de diversas empresas, quando possível e convidada.

Em LIVE realizada ontem, Joab Santos, comunicou que os líderes saíram da empresa, dando a impressão de que ele foi vitima de situações que não estavam sobre seu controle e pra piorar, disse que seus sistema foi hackeado.

Para pessoas próximas, Joab disse que tinha o valor para pagar toda a base e que seus líderes já haviam ganho muito mais do que investiram e que iria honrar o pagamento.

Por outro lado, soubemos que líderes estavam exigindo o pagamento a eles e não a base.

A YouXWallet é associada a Abranetwork, mas não possui o selo Multinível 100%, concedido aos associados que permitem auditoria.

Muito embora ela seja associada, não iniciou seu processo afim de apresentar suas contas e atividades.

Também na LIVE de ontem, Joab disse que está fazendo auditoria e que irá posicionar a rede quando aos recebimentos em breve, sem no entanto confirmar data.

A Abranetwork está implementando as seguintes ações:

  1. Apresentação de uma empresa que procurou a instituição, interessada em adquirir a rede e assumir o passivo;
  2. Representação perante o Ministério Público, afim de que este possa tomar as medidas que lhe cumprem, inclusive requerer ao juízo competente, por impedimento de Joab Santos deixar o país;
  3. Solicitação imediata de liberação para auditoria real do caixa da empresa;
  4. Solicitação de prazo para divulgação da solução e pagamento a rede.
Deixe sua opinião