Kromasol tenta liberação da Anvisa para entrar no Brasil

A empresa mexicana KromaSol, que foi criada por dissidentes da Omnilife, com mais de 40 anos de experiência em produtos para saúde e marketing Multinível, está tentando entrar com força no Brasil.

O problema, é que já fazem 6 meses que grande parte da mercadoria importada para o Brasil, foi apreendida pela Receita Federal no Aeroporto do Rio de Janeiro, por falta de documentação a aprovação da Anvisa, o que levou o órgão a incinerar toda a carga de suplementos.

Publicidade

A Diamante mexicana Edith Meija chegou a realizar eventos no país para lançar o pré-marketing, quando a carga que ela traiza, foi apreendida.

Gustavo Ramirez, Diretor Geral da Kromasol aguarda liberação da Anvisa, para iniciar as atividades oficialmente no Brasil.

A presidenta da empresa, é SOL CASTILLO, que já colocou a Kromasol em 18 países, com 435 mil empreendedores e vendas acumuladas de 180 milhões de dólares, em apenas 8 anos de empresa.
Vamos aguardar a liberação da Anvisa e a chegada oficial da Kromasol no Brasil, para obtermos mais uma opção de bons produtos para gerar saúde física e financeira para os brasileiros.
Deixe sua opinião